Château Beauregard Ducasse 2016 | Graves | Bordeaux

R$190,00
Entregas para o CEP: Alterar CEP

Conheça nossas opções de frete

Compartilhar
  • Descrição

    750ml
    Região: Bordeaux/Graves - AOC Graves
    Uvas: 60% Merlot, 30% de Cabernet Sauvignon e 10% Cabernet Franc
     

    A vinha de 61 acres do Château Beauregar Ducasse foi fundada em 1850 por Albert Duran, em Mazères, em direção ao sul da denominação Graves. Jacques Perromat assumiu a propriedade de seu sogro em 1983. Ele é especialista quando se trata de misturar tecnologia com tradição, tendo em vista extrair o melhor potencial do terroir. A idade das vinhas é de 15 anos. A fim de preservar a qualidade das uvas, a densidade de plantio é de 3.000 unidades de vinha/acre (45hl/ha).

    O terroir de Graves é marcado pela complexidade de areia e ferro, com um solo predominante de calcário argiloso. O que o destaca em comparação com outros é que o Château Beauregard Ducasse está posicionado no topo da colina mais alta da denominação Graves. Isso significa que o vinho se beneficia de uvas que amadurecem excepcionalmente bem.

    80% deste vinho é envelhecido em cubas de aço inoxidável por 18 a 24 meses para preservar os aromas frescos e intensos. Os 20% restantes são envelhecidos em barris, o que gera mais complexidade.

    Este vinho beneficia de variedades equilibradas de uvas, onde a Cabernet traz sabor e estrutura e a Merlot é perfumada e flexível na boca. Como vinho jovem, ele desenvolve sabores de frutas vermelhas (cranberries e framboesas) acompanhados por notas de especiarias e torradas. A boca ampla é forte e fina e oferece um longo final.

    Harmonização: carnes grelhadas ou assadas e charcutaria.

    Teor alcoólico: 13,5°
  • Região

    A região de Bordeaux é a maior da França tanto em produção como em fama. Alguns dos vinhos mais caros e famosos do mundo vêm dessa região, que fica na Aquitania, no departamento de Gironde. Bordeaux situa-se na margem direita, esquerda e meio de dois rios, o Garonne e o Dordogne. É comum classificar os vinhos entre margem direita ou esquerda e há diferenças de estilos entre as duas margens, com predominância de Cabernet Sauvignon na margem esquerda e Merlot na direita. A porção entre os dois rios, que forma o estuário do Gironde é chamada de Entre-deux-mers e abrange a maior parte do território de Bordeaux. A legislação local é extremamente confusa e há diversas classificações, sendo a mais famosa a de 1855, feita a mando de Napoleão e que classifica os considerados melhores vinhos da época. Ao contrário da maior parte da legislação vinícola, aqui as classificações são feitas não por porções de terrenos, mas por vinícola, ou châteaux.

    Isso naturalmente geraria controvérsias entre os produtores, por isso foram acrescentadas outras classificações ao longo do tempo. Bordeaux são vinhos essencialmente de corte e as principais castas são a Cabernet Sauvignon, Merlot e Cabernet Franc. O produtor pode decidir a proporção de cada uma na composição de seus vinhos.

    A AOC/AOP (appellation d'origine contrôlée/protégée) Graves recebe esse nome por causa do seu solo. Os graves são uma mistura de cascalho, argila e areia trazidas pelo rio. A denominação Graves está localizada nos arredores da cidade de Bordeaux. Os vinhos tintos de Graves são reconhecíveis por sua cor vermelho granada e são ricos, atraentes e mais robustos que os vinhos Médoc. Dois terços dos vinhos Graves são brancos. A denominação "Graves supérieurs" é estritamente reservada aos vinhos brancos doces.